A grandiosidade do Bom Pastor consiste em ser Pequeno

Grandiosidade! Manifestações sensacionalistas provocadas pelas estruturas audiovisuais, sucesso, poder, dominações, fantasias e virtualidade. Características que compõem o cenário do mundo atual. A realidade parece não comportar dificuldades. Tudo é epifania da grandeza.

Mas, a vida é feita de desafios e, não são resolvidos os problemas que se lhe apresentam, em um simples toque dos aparelhos eletrotécnicos. Os desafios da vida exigem atenção, concentração, compreensão, coração humano e coração divino.

Interessante! Mesmo diante desse contexto, Deus continua manifestando-se, dizendo de si mesmo e entregando-se totalmente, por amor, através da pequenez. O verdadeiramente grandioso faz-se constante e sensacionalmente pequeno.

Quem hoje atribui valor ao pastor de rebanhos? Que jovem ou criança conhece esse sujeito zeloso da realidade campestre? E, com pequenez em si mesmo, Jesus apresenta-se: Eu sou o Bom Pastor (Jo 10,11a). Não qualquer pastor, mas revela-se com o atributo de Bom. Só Deus é Bom (Mc 10,18 ). Entretanto, Jesus é o Deus-Pastor, que dá a vida por suas ovelhas (Jo 10,11b). O Bom Pastor, com sua vida, ensina-nos que a bondade desarma[1].

O pastor traz na profundidade do seu coração as virtudes da paciência, da atenção redobrada, do cuidado cheio de zelo, ternura, amor e dedicação para com suas ovelhas. O pastor orienta, com seu cajado, o caminho a ser seguido. Ele vai atrás da ovelha desviada e a re-coloca no caminho.  Ele se inclina e, toma em seu colo, a ovelha machucada, ferida, mal-tratada física, psíquica e sentimentalmente. Enfim, o pastor interessa-se por sua ovelha. Deseja que atinja sua finalidade, sua plenitude. Está sempre reconstituindo o coração, sede da vida, para que sua ovelha seja feliz. Portanto, o pastor é homem de comprovadas e provadas virtudes. Homem da tranqüilidade do campo.

Contemplando o ícone de Jesus, o Bom Pastor, experimentamos Deus tremendamente apaixonado pelos seres humanos. Jesus perdoa os pecados de suas ovelhas: Ninguém te condenou? Nem eu te condeno! Vais e não tornes a pecar! (Jo 8,11). Jesus toca os enfermos, os deficientes, cura os paralíticos, devolve a visão, a audição, expulsa os espíritos maus e, sobretudo, reintegra cada pessoa na sociedade e comunidade religiosa. O toque, a cura de Jesus é reconstituição do coração ferido, marcado pela exclusão e pela ideologia de ser esquecido por Deus. Jesus, o Bom Pastor, interessando-se, zelando, cuidando, depositando sua dedicação, ternura e amor e, orientando as suas ovelhas, é presença motivadora de Deus. Com isso, o Bom Pastor, tomando a ovelha em seu colo e, carregando-a em seu ombro, a faz perceber a  presença de Deus em todo o seu ser e, principalmente em seu coração. O Bom Pastor, imagem da pequenez e da tranqüilidade, entrega a sua vida para que a ovelha viva abundantemente. Isso se dá, porque o Bom pastor oferta seu todo humano e divino.

Vocação! Desafio de pastorear bem as ovelhas! Pais e mães, bispos, padres, religiosos (as), leigos comprometidos, seminaristas... Todos somos o sacramento de Cristo Bom Pastor! Pastoreamos bem, quando ofertamos nosso coração às amadas ovelhas. Por mais difíceis que elas sejam ou por piores os caminhos em que estejam, é do nosso coração que elas necessitam. Cuidemos de nossa vocação para que nossas ovelhas sejam humanamente felizes em Deus.
 
O Bom Pastor, Jesus, o Cristo, nos faz experimentar o ...Eis que vos tatuei na palma de minha mão... (Is 49,15-16). Nós, pela nossa vocação e missão, somos convocados a fazer nossas ovelhas experimentar o cuidado de Deus!  
    
Pe. Valdair Aparecido Rodrigues
Reitor do Seminário de Jales


[1] Cf. Dom Luciano Mendes de Almeida por ocasião de uma bênção realizada em um apartamento em Belo Horizonte onde localiza-se uma Fraternidade de Seminaristas Diocesanos que estudam na FAJE. 

1 comentários:

Petra Ariely disse...

É para mim um conforto saber da misericórdia desse Bom Pastor, saber que Jesus é como é e não como os homens. Tudo o que Ele é me atrai e desejo muito que os meus catequisandos também escutem a voz do Senhor, O amem e se vejam como Suas ovelhas amadas.

Postar um comentário